segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Todos os dias custam mas hoje…

Eram 10:12h quando dei entrada no hospital para, após doze horas em trabalho de parto, ver-te nascer sem ouvir-te chorar...

Hoje, passados que estão quatro anos, o buraco que deixaste dentro de mim continua demasiado grande... tu sabes... aliás, só nós e Deus é que sabemos!

Existem dias em que a dor, que este provoca, deixa-me o coração tão REGELADO que mais parece que alguém está a rasgar-mo para fora do meu peito!!!

Pergunto-me [diariamente] se este tormento irá passar e, embora saiba que não, vivo na tentativa que o gelo destes dias possa ser quebrado pelo ar quente, que me chega através das recordações, do tempo em que te carreguei no meu ventre.

Filha, segura bem no pedaço do meu coração, que levaste contigo no dia em que partiste para o céu, até ao dia em que voltaremos a estar juntas (o:

Até lá, continua a cuidar da mamã, do papá e, em especial, do mano... és a nossa eterna estrela cintilante!

●•TéTé•●

P.S. – O meu muito OBRIGADA à minha amiga R., que apesar de estar longe, foi a única pessoa a lembrar-se deste dia em que, há quatro anos atrás, ambas trazíamos nos nossos ventres as nossas filhas!

22 comentários:

Marlene e Simão disse...

Só te posso deixar um beijinho com muito carinho!

Rute disse...

Beijinho para ambas. Dizem que o tempo ajuda, acredito que sim, mas esquecer, NUNCA.
Rute

PatLeal disse...

:( bjocas

Francisca Patanisca disse...

Sinto muito a tua perda... Um beijinho especial da Francisca Patanisca*** *

Anónimo disse...

Olá sinto muito pela sua pequena, e assim como vc conheço bem esse vazio.Perdi meu João há um ano e quatro meses,e mesmo que seja um dia a mais de saudades, as datas são muito marcantes.Força e agarre o seu pequeno, pois eles nos dão muita força.Um beijo com muito carinho Juliana

Mãe da Tiz disse...

Oh minha querida, que tristeza tão grande... Nem imagino o sofrimento que trazes dentro do teu peito...
Não sabia como tinha decorrido este triste episódio da vossa vida.
Agarra-te ao momento em que se encontrarão e ficarão juntas para sempre!

Mil beijos***

Maria disse...

Nestes dias não há muito a dizer :(
Mas quero que saibas que estou aqui, entendo a tua dor e, lá onde estão, as nossas Matildes acompanham-nos todos os dias e cuidam de nós como ninguém!
Um beijo grande para ti e outro especial para a Matilde

Mara disse...

Um grande beijinho e um xi-coração bem apertado...

Bijuteria com significado® disse...

Tens um anjo da guarda que toma conta de ti e da tua família :) Tenho a certeza que ela olha por vocês e está ansiosamente à espera do reencontro. Um beijinho muito grande e um abraço apertado**

SONHADOR disse...

onde ela estiver, estará a olhar por vós.

beijos.

Cláudia disse...

Minha querida, nem imagino a tua dor...
Um beijo do tamanho do mundo. E um beijinho especial até o Céu, para a tua linda princesa.

Fernanda disse...

Não tem como não se emocionar!

Sílvia disse...

Nem consigo imaginar a dor que sentes, amiga.
Lamento muito que tenhas passado por isso.
Fica com um abraço...

Mamã da Caroxinha disse...

Amiga...como lamento...nem sabia o dia certo mas nessa altura ainda não nos conhecíamos...Mesmo assim lamento muito que tenhas passado por essa dor tão grande que te tanstornou tanto...
Agora 4 anos passados o sofrimento é cada vez maior e ambas sabemos as consequências dessa dor...Tem sido difícil para ti e para o J. ultrapassar essa dor mas eu sei que vão conseguir!
Como tu sempre dizes, Deus apenas nos dá as duras provas que somos capazes de ultrapassar e é isso mesmo que deves pensar!
Por enquanto o Xavi é muito pequeno mas ele vai ter muito orgulho na mana Matilde e mais ainda nos papás por terem superado tanta coisa JUNTOS!!!
Um grande beijo e aquele abraço apertado :-)

Maria Vicente disse...

Abraço forte para ti.

kel disse...

Amiga, tenho os olhos carregados de lágrimas. Essa dor é tua, vossa mas quando temos um ombro amigo ajuda aliviar. se precisares de falar sabes que estou aqui, longe mas muito perto e sempre com vocês no coração.
um beijo muito grande

Inov+ disse...

Não podia deixar de aqui vir deixar-te um grande abraço !!!

Muita força !

Beijinhos

Um pedaço de azul... um BloGui diferente disse...

:-) minha querida...

carla disse...

Não quero sequer imaginar a dor que passaste, mas tens sempre o teu anjinho a olhar por ti, bjs

mãe pimpolha disse...

Um beijinho enorme.
Beijocas

Sara disse...

Não sabia que tinha sido assim, não consegui segurar a lágrima que teimou em cair, não consigo imaginar o tamanho dessa dor apesar de ter sentido uma pequenina desse género (às 8 semanas). Não sei o que dizer, porque acho que não há palavras que confortem essa dor. Ao contrário do que muitos acham, eu acho que manter viva a memória dessa bebé é uma grande homenagem, porque desde o primeiro dia que sanemos que essa vida está dentro de nós ela é nossa. Ela estará com certeza lá em cima a olhar por vocês, eu acredito que sim, também eu tenho uma irmã com 7 meses de gestação lá em cima a olhar por mim (sempre soube disso desde pequena).
Um beijinho

Anabela disse...

Muito triste e lembro-me desse dia e depois de te visitar no hospital.
Uma terrível perda que nunca será apagada dos vossos corações mas juntos tenho a certeza que minimizam a dor que será sempre impossível de apagar.

Um beijinho cheio de carinho