quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Vidas fadadas ao sofrimento

Todos nós já nos questionámos, pelo menos uma vez na vida, sobre as infindáveis injustiças existentes no mundo.

Todos nós já pensámos nas pessoas que, sem precisarem mexer um dedo sequer, tudo lhes cai em cima, literalmente, de mão beijada… as sortudas.

Todos nós já pensámos nas outras pessoas, as que são o oposto, que por muito que batalhem não conseguem ‘ter’ nada, nem uns meros momentos de paz de espírito!

É certo que nascemos para morrer, assim como há quem fale na lei da compensação pelos nossos actos em vidas passadas, destino, sina [name it!], mas custa-me ENTENDER porque razão é que algumas pessoas vivem em constante sofrimento.

Embora tente ser optimista, é difícil assistir a tanta injustiça, com um sorrisinho nos lábios, quando vejo o que a vida tem (retir)dado à minha irmã...!!!
●•TéTé•●

14 comentários:

Mafalda S. disse...

Por vezes não temos a melhor sorte do mundo, a minha mãe foi um exemplo. Era uma pessoa fantástica, que acabou por falecer quando eu tinha 13 anos (pior que isto, não imagino).

Apesar de não controlarmos a sorte, há muita coisa que podemos controlar na vida. Hoje somos o produto das nossas escolhas no passado, quer queiramos, quer não.

Quando nos defrontamos com um problema não devemos de agir de ânimo leve, devemos estudar, pesquisar, procurar quem nos ajude... tudo isto para superar as coisas de forma positiva e ter sucesso.

E se algo está muito mal hoje, acredita, não há mal que dure para sempre. Mas ser feliz dá muito mais trabalho do que o contrário. Por isso, não desistam, vão à luta.

Desejo toda a sorte do mundo para a tua irmã. E anima-te, para a poderes animar, tu também.

Beijinhos! Força!

Vânia e Mariana disse...

Ultimamente tenho pensado muito nisos...PArece que há pessoas que nasceram para sofrer...
Espero que as coisas com a tua irmã melhorem.

beijinhosm

Familia Paiva Alvo disse...

Uiui quando toca aos nossos é dificil.
Imagino o que deves sofrer por vê-la sofrer. No que toca a irmãos nós defendemo-los com unhas e dentes.
Imagino a tua dor...
Espero que a situação melhore e que tudo corra bem!

PatLeal disse...

Espero q não seja nada mto grave e que a vida da mana de uma volta bem rápido!

Bjocas

Um pedaço de azul... um BloGui diferente disse...

Tété, as tuas palavras estão carregadas de... nem sei explicar. Nota-se que estás triste por razões que só tu deves saber. Espero que tudo melhore e que a vida sorria À tua irmã e a todas as outras pessoas a quem a vida nem sempre é fácil.
Deixo-te um enorme beijo e um abraço apertado.

Mamã da Caroxinha disse...

Oh amiga não me digas que a tua irmã está pior? Coitada não tem paz e mesmo assim nada naquela cara o demonstra...há pessoas com uma goragem imensa e ela sim é uma MULHER de CORAGEM.
Claro que nestas situações é impossível não inejar aquelas pessoas que têm tudo de mão beijada, nascem com o rabo virado para a Lua de certeza...
Espero que o sofrimento da tua irmã se atenue já que infelizmente não me parece que vá ter fim...
Beijos grandes e estou aqui já sabes

Mafalda S. disse...

Querida Tété, fiquei com o coração pequenino quando li o teu comentário. É impressionante como alguém tem de passar por tantas tristezas na vida.

Como irmã preocupada que demonstras ser, o teu apoio já é importantíssimo. Creio que a última situação que lhe surgiu deve de ter a ver com o facto de ter diabetes.

De qualquer modo, a vida é como ela é e há coisas que não conseguimos mudar (ou seja, o facto de nos surgirem problemas). Cada pessoa tem a sua estratégia para solucionar os problemas (alguns não têm, concentram-se só no problema e não na busca pela solução).

No meu caso, gosto de me informar o mais possível sobre o problema em questão, pois assim sei defender-me melhor, ou prevenir que volte a acontecer. Gosto por exemplo de me rodear de livros que me incentivem a continuar. O facto da tua mana ser uma pessoa positiva já ajuda, porque significa que é uma lutadora e que não irá ficar de braços cruzados perante a adversidade. Sugiro que quando a tua irmã se recomponha leia: "Estratégias Para a Vida"
de Phillip C. McGraw (o famoso Dr. Phill) e "Anti – Cancro.
Um novo estilo de Vida"
de David Servan-Schreiber (um médico que teve cancro no cérebro, teve uma recaída e recuperou há já bons anos). Este último livro é útil não só para prevenir situações de cancro, mas para manter uma vida saudável em geral.

Não sei se irá ajudar a tua irmã, mas quanto mais informada estiver para saber como seguir em frente, melhor será. Ela tem todo o direito a ser feliz e, se Deus quiser, há-de ser.

Estou a torcer por ela. Espero que tu também fiques melhor e que a ajudes a encontrar as ferramentas certas, para ela mudar o rumo da sua vida.

Beijinhos e boa sorte!

Mafalda S. disse...

Querida Tété, fiquei com o coração pequenino quando li o teu comentário. É impressionante como alguém tem de passar por tantas tristezas na vida.

Como irmã preocupada que demonstras ser, o teu apoio já é importantíssimo. Creio que a última situação que lhe surgiu deve de ter a ver com o facto de ter diabetes.

De qualquer modo, a vida é como ela é e há coisas que não conseguimos mudar (ou seja, o facto de nos surgirem problemas). Cada pessoa tem a sua estratégia para solucionar os problemas (alguns não têm, concentram-se só no problema e não na busca pela solução).

No meu caso, gosto de me informar o mais possível sobre o problema em questão, pois assim sei defender-me melhor, ou prevenir que volte a acontecer. Gosto por exemplo de me rodear de livros que me incentivem a continuar. O facto da tua mana ser uma pessoa positiva já ajuda, porque significa que é uma lutadora e que não irá ficar de braços cruzados perante a adversidade. Sugiro que quando a tua irmã se recomponha leia: "Estratégias Para a Vida"
de Phillip C. McGraw (o famoso Dr. Phill) e "Anti – Cancro.
Um novo estilo de Vida"
de David Servan-Schreiber (um médico que teve cancro no cérebro, teve uma recaída e recuperou há já bons anos). Este último livro é útil não só para prevenir situações de cancro, mas para manter uma vida saudável em geral.

Não sei se irá ajudar a tua irmã, mas quanto mais informada estiver para saber como seguir em frente, melhor será. Ela tem todo o direito a ser feliz e, se Deus quiser, há-de ser.

Estou a torcer por ela. Espero que tu também fiques melhor e que a ajudes a encontrar as ferramentas certas, para ela mudar o rumo da sua vida.

Beijinhos e boa sorte!

Mafalda S. disse...

Estou pela segunda vez a escrever-te um comentário, porque a minha Net foi abaixo... ora bolas!

Queria dizer-te que fiquei com o coração pequenino quando li o teu comentário. É injusto alguém ter de enfrentar tanto problema na vida. Creio que a última situação que aconteceu à tua irmã tem a ver com o facto de ter diabetes.

De qualquer modo, infelizmente, a realidade nua e crua é que a vida é mesmo assim: somos permanentemente confrontados com problemas (uns mais que outros - a vida chega a ser injusta de forma desigual). No entanto, o facto da tua irmã ser uma pessoa positiva é fundamental para lidar com todos esses problemas e o facto de te ter a ti, é importantíssimo, pois sinto que lhe dás muito apoio. A tua irmã é uma lutadora e isso é bom. Há pessoas que perante um problema não reagem ou então só pensam em como estão mal. Os vencedores deixam de se concentrar no problema e buscam antes a solução. Não é tarde para a tua irmã, ela merece ser feliz (especialmente depois de tudo o que tem passado).

No meu caso, gosto de me informar o mais possível sobre o problema em questão, para poder defender-me ou para me prevenir, caso o mesmo reapareça. Os livros ajudam-me imenso a continuar. Assim, sugiro que, após a tua mana se recomponha, leia "Estratégias Para a Vida"
de Phillip C. McGraw (o famoso Dr. Phill) e "Anti – Cancro
Um novo estilo de Vida"
de David Servan-Schreiber (médico que teve cancro no cérebro, teve uma recaída e melhorou radicalmente desde há vários anos, assim que mudou o estilo de vida). Este último livro é útil para uma vida saudável, no geral.

Não sei qual será a estratégia da tua irmã, mas ela não pode desistir de ter uma vida melhor. Estou a torcer por ela.

Torço igualmente por ti, para que encontres força para motivares a tua irmã a usar as ferramentas certas, que lhe permitam ter uma vida mais feliz.

Beijinhos e muita força!

Mafalda S. disse...

Estou pela segunda vez a escrever-te um comentário, porque a minha Net foi abaixo... ora bolas!

Queria dizer-te que fiquei com o coração pequenino quando li o teu comentário. É injusto alguém ter de enfrentar tanto problema na vida. Creio que a última situação que aconteceu à tua irmã tem a ver com o facto de ter diabetes.

De qualquer modo, infelizmente, a realidade nua e crua é que a vida é mesmo assim: somos permanentemente confrontados com problemas (uns mais que outros - a vida chega a ser injusta de forma desigual). No entanto, o facto da tua irmã ser uma pessoa positiva é fundamental para lidar com todos esses problemas e o facto de te ter a ti, é importantíssimo, pois sinto que lhe dás muito apoio. A tua irmã é uma lutadora e isso é bom. Há pessoas que perante um problema não reagem ou então só pensam em como estão mal. Os vencedores deixam de se concentrar no problema e buscam antes a solução. Não é tarde para a tua irmã, ela merece ser feliz (especialmente depois de tudo o que tem passado).

No meu caso, gosto de me informar o mais possível sobre o problema em questão, para poder defender-me ou para me prevenir, caso o mesmo reapareça. Os livros ajudam-me imenso a continuar. Assim, sugiro que, após a tua mana se recomponha, leia "Estratégias Para a Vida"
de Phillip C. McGraw (o famoso Dr. Phill) e "Anti – Cancro
Um novo estilo de Vida"
de David Servan-Schreiber (médico que teve cancro no cérebro, teve uma recaída e melhorou radicalmente desde há vários anos, assim que mudou o estilo de vida). Este último livro é útil para uma vida saudável, no geral.

Não sei qual será a estratégia da tua irmã, mas ela não pode desistir de ter uma vida melhor. Estou a torcer por ela.

Torço igualmente por ti, para que encontres força para motivares a tua irmã a usar as ferramentas certas, que lhe permitam ter uma vida mais feliz.

Beijinhos e muita força!

SONHADOR disse...

temos de acreditar que amanhã pode ser melhor que hoje, apesar de isso não acontecer lá muito.

beijos.

Um pedaço de azul... um BloGui diferente disse...

Amiga... um beijo, mil beijos

Anabela disse...

Acreditar sempre que as nuvens negras passam e o sol brilha.
As melhoras da tua irmã.

Beijinhos

Bosque das Fadas disse...

força Teté ninguém merece passar por tanto, nem sei o que dizer.

Um beijo enorme cheio de força e esperança para a tua irmã e para todos vçs em casa.