sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Uma aventura na busca de uma cadeira auto

Estávamos no início de agosto quando decidimos encomendar a nova cadeira do Xavier, grupo 2/ 3, na loja Caracol do Arrábida Shopping.

Ainda que tivéssemos a noção que a sua entrega iria demorar algum tempo, por estarmos no mês de férias, nunca pensei ter que esperar quatro semanas e deparar-me com uma total falta de competência!

Não me diziam nada de concreto e quando ligava, o funcionário A sacudia a sua responsabilidade para o B, o B para o C… Só faltou ser mal tratada mas também nem sempre se é só com palavras e, neste caso concreto, a falta delas em conjunto com a total inoperância das pessoas foi dar ao mesmo... eu já só pensava em anular a encomenda até porque se o atendimento, ao vender algo novo, estava a ser assim como seria se, por ventura, um dia tivesse algum problema com a cadeira?!?

Entretanto resolvi contactar outras lojas, onde vendessem a que queríamos comprar, e acabei por encontrar tudo num sítio só: o produto, a competência [após uma chamada telefónica feita de manhã, foram capazes de me confirmar a entrega da cadeira, na cor que eu pretendia, de tarde!] e o profissionalismo… falo da loja D’Barriga no Porto.

Posto isto, e depois de algumas chamadas feitas sem que me atendessem, toca a rumar até à loja Caracol para anular a encomenda e reaver o sinal, em numerário, que tinha dado aquando da encomenda.

Uma inércia que só visto, onde a vendedora, depois de questionada sobre a razão pela qual não me ligava a dar notícias me respondeu que “como não tinha nada a dizer não ligava…” quando lhe disse “mas ligava-me a dizer isso mesmo porque o que está aqui em causa já não é o atraso, até porque vocês não são fabricantes de cadeiras, mas sim a falta de comunicação com um cliente!”

Entretanto pedi para chamar a gerente de loja e quando ouvi da boca da menina que estava atrás do balcão, a pessoa que pior me atendeu, “sou eu, a gerente de loja" limitei-me a dizer "boa noite" e a sair pela porta fora!

Até comentei com o Papá J. “mas será que esta gente recebe comissão para não vender?!?!”…!

A nossa aventura terminou bem graças a todo o PROFISSIONALISMO da loja D’Barriga [OBRIGADA Joana], que eu aconselho piamente, e estamos bastante satisfeitos com a compra, especialmente o Xavier.

[Mudança efetuada a 10 de setembro]

9 comentários:

SarDi disse...

Bem que grande problema, felizmente resolveu-se da melhor forma e o Xavi super contente que é a parte melhor.

Beijocas

PatLeal disse...

Por isso é que este pais a beira mar plantado, não avança :(.
mas se tudo resolvem no fim é o importante.

Bjocas

Patricia disse...

Infelizmente há vários exemplos como este. Tiveram sorte que não fizeste reclamação no livro. Não que adiantasse. Mas ficava o registo. Bjs

Barriguita disse...

conheço a loja Caracol de que falas, apenas para comprar roupa. de todas as vezes que lá fui, ficou claro que quem lá está são miúdos que estão ali a fazer um part-time, que de atender o público não entendem nada, e que a simpatia muitas vezes ficou esquecida em casa. infelizmente, lojas com empregados assim não faltam por aí... e "culpados" somos nós todos, que não deixamos a reclamação no livro, como deveríamos fazer. mas por falta de tempo, por falta de vontade, por comodismo, acabamos por virar costas e procurar outra solução.

mas ainda bem que tudo se resolveu e fazes muito bem em publicitar os dois sítios.

beijocas!

© ●TéTé £ XαVιєR● disse...

É verdade que devemos escrever sempre no livro de reclamações, e por norma faço-o sempre, inclusive até tinha intenção de voltar lá outro dia com mais tempo, mas como não voltei aquele shopping acabou por me passar... aliás, como constatam, este post está com quase 2 meses de atraso /o:

Mas é de lamentar que, quase sempre, só somos bem atendidos quando reclamámos e, como cada vez mais as pessoas não estam a fazer o que gostariam mas sim a trabalhar por obrigação dá nisto!

O brilho profissional já era :(

mãe pimpolha disse...

Realmente, que aventura.
Beijocas

Cláudia disse...

Querida, ainda bem que resolveste a situação!
E é uma pena, termos que aturar atitudes dessas...
Enfim...
Já agora, qual foi a cadeira que compraste?

Beijocas para voçes

Barriguita disse...

é verdade, Teté. infelizmente, muitas vezes as pessoas são mal pagas, são "exploradas" e os clientes acabam por pagar.

também não gosto de saber que sempre que se pede o livro de reclamações o atendimento é logo melhor, porque sei de quem faça isso por norma e não porque de facto tem motivos para reclamar. mas sou como tu, deixo passar, ainda que saiba que nestas situações deve ser na hora.

bem, no final tudo se resolveu. o que importa é que o Xavier tem a sua cadeira nova e que encontraste um lugar onde as pessoas ainda trabalham com algum prazer.

beijocas

Velu disse...

Realmente o que não faltam por aí são pessoas com falta de profissionalismo, mas o que mais me chocou no teu relato foi saber que era a própria gerente da loja!
Enfim, é com cada uma!!!
Bjs e bom fim de semana