quarta-feira, 17 de junho de 2009

O temível sinal do crescimento

E de um dia para o outro, as BIRRAS chegaram em força e com uma persistência que leva qualquer um (quase) a cometer loucuras!

A altura não é a melhor, porque ando impaciente com o meu estado de saúde, mas será que existe o timing certo?!?

Não me parece que alguém consiga preparar-se antecipadamente para estas crises de afirmação e de berreiro incontornável embora saiba (teoria bem diferente da prática!) que muitas delas coincidem com os picos de crescimento e com uma nova aquisição do seu desenvolvimento que deixam as crianças mais irritadas.

Ontem chorou e esperneou exaustivamente (só faltou bater-me) porque não deixei que trouxesse do banho a mangueira do chuveiro :o(

O meu grande dilema é conciliar a compreensão e os carinhos que ele precisa com a firmeza mas, ao conversar com as suas educadoras, conclui que nesta fase, que se prolongará até aos 2 anos de idade, o melhor mesmo será ignorar e/ ou distraí-lo e somente depois de se acalmar, tentar conversar sobre o que aconteceu transmitindo-lhe carinho e afecto.

E como não existem crianças obedientes com 16 meses (e quanto mais crescidos pior) lá iremos dar afecto q.b. sem deixar que este se transforme em permissividade… vamos ver como nos saímos (não é Papá J. ;o) nesta árdua e difícil tarefa que é educar.

20 comentários:

Mãe e Pai Borboleta... disse...

POIS...é sempre um dilema...Tentamos sempre ser a melhor Mãe possivel, e tomar as melhores decisões no que toca á educação deles.
Beijokas gandes...

Maria José disse...

Pois não é fácil, mas eu tenho a certeza que se vão sair muito bem
bjokas

Carolina e António disse...

São tão chatas essas birras, põe as nossas cabeças a mil.
Não poderá ser por ele sentir que tu tb não andas bem? E estar te a fazer chamadas de atenção?
Bjinhos e paciencia (dentro dos possiveis)

Carolina e António disse...

São tão chatas essas birras, põe as nossas cabeças a mil.
Não poderá ser por ele sentir que tu tb não andas bem? E estar te a fazer chamadas de atenção?
Bjinhos e paciencia (dentro dos possiveis)

disse...

È dificil para nós saber lidar com estas situações mas acima de tudo á que ter calma muita calma, eu sei por vezes é complicado e dificil saber qual a decisão certa mas o melhor é mesmo ignorar e conversar explicando o porquê do nosso NÃO!
Beijinhos e muuuuiiiiittaa Paciência :))

PatLeal disse...

Cá em casa tb as há, mas a técnica aqui é virar costas e ir para outra divisão da casa, mtas vezes ele acalma-se e vem ter connosco ou chama por nós e ai conversamos. Quando esta técnica não resulta vai sentar-se um pouco até acalmar.

Bjs e calma

mamãe Juliana disse...

Estamos então na mesma situação amiga?rsrsrsrsrs
Gostei do seu texto, e tento sempre no possível me acalmar e acalmar ele dizendo que ninguem esta brigando com ele e com isso não precisa fazer birra.Mas que é fogo essa fase, eh!
Espero que ele não fique assim para sempre, rsrsrsrsrsrs.

Uma hora vou colocar uma foto minha como estou gorda.:)

Beijos querida.

Lua e pimpolho disse...

As birras são terriveis, mas as vezes parece-me que ainda nãos e pode perder muito tempo com conversas a firmeza parece resultar mais, pelo menos por agora.
beijocas

Anónimo disse...

O pior é ke a minha filha obedece mais ou menos aos estranhos e a mim não liga nenhuma e tapa as orelhinhas a rir lol , ficou completamente maluka de um dia para outro, é uma monstrinha, as pragas ke me rogaram começam a aparecer hehehehhe
Deus me dê paciência pk estou mesmo a precisar. ;)
força para ti mamã tete e mtas trakinices pro bochechudo :D

Mafalda, Rui e Constança disse...

Por aqui também já começam algumas birras e o que fazemos é mesmo não dar importância é o melhor.
Beijinhos

carmo pinto disse...

realmente co 16 mesitos...
mas como dizes e bem dois a educar vai ser canja!(espero)
boa sorte miga...
eu aqui em casa amarro cada burro! e já tem 7 anos!(quase) mas como dizes e bem a converssar tudo se consegue!
jitosss

Mamã da Caroxinha disse...

Estou a tentar imaginar a cena do sr. Xavier a tentar sair com a mangueira do chuveiro atrás! No mínimo caricato :-)
E o papá a ser permisso enquanto tu ralas, tou mesmo a ver o fime!!!
Mas já sabes que a paciência impera nestes casos e se eu bem te conheço ela neste momento falta...
Ele também sente que andas ansiosa e stressada claro que também mexe com ele, já falamos disso...
Mas vais ver que passa!
Beijinhos e paciência a abarrotar :-D

Familia de Pinho Marques disse...

Bem, sem querer assustar ninguém, as do G. ainda duram e ele já tem 4!! Às vezes penso, vou dar uma valente palmada, às vezes tenho mm que lha dar, às vezes ignoro, utras tento, mas ele agora já tem um noção das coisas diferentes e ando "à nora" c as birras... :o/

Já a K. tb as faz, mas reage mto bem "à volta" q lhe damos! Veremos se continuará sempre assim! :)

Agora, mandar, quem manda somos nós (pais)... E mais nada! Lol

Bjoquitas B.

Familia de Pinho Marques disse...

P.S.: Enviei-te um mail...

Mãe da Tiz disse...

As birras são daquelas coisas que com agrado passávamos ao lado... mas como tudo tb são uma fase, e há que ter paciência, a Tiz tb passou por um período idêntico ao que descreves, mas passou rapidamente. Obviamente que hj ainda faz as suas fitas se quer alguma coisa, mas nada de especial, é sempre pior se estiver com sono.
Vais ver que vai passar rápido!

beijocas***

Anabela disse...

Fase muito chata... tem dias que dou em doida, quando se atira para o chão e não se levanta fazendo corpo mole... precisamos de uma paciência daquelas! E claro sempre muito cuidado com o excesso de permissividade eles apanham-nos por ai...

Bjs

NaRiZiNHo disse...

Cá em casa é igual :S
Ele adora provocar e sabe que faz a asneira pq faz e olha-nos nos olhos mesmo qd dizemos NÃO!
Leva palmada e ri-se :(
sorte marreca!
:-*

Anónimo disse...

Olha connosco o sistema é contar até 10 respirar fundo e muita paciência (ás vou até ao 20 lol). Acho que bater ñ resulta em nada a ñ ser mais revolta e choro da parte deles e muito mais stress para nós. Paciência e muito diálogo é chave (pelo menos para nós tem sido) ;)

Anónimo disse...

Esqueci de mencionar que o comentário anterio foi nosso eheheh

Liliana e seu anjo Rafael***

Maria Pereira disse...

Ai as birras, chegam sempre mais cedo ou mais tarde. E deixam-nos completamente fora de nós. O Dinis agora só faz birras qd está com muito sono e não quer dormir. Mas teve uma fase terrivel, em que as fazia sem parar e na qual passava o tempo quase todo de castigo :(

Bjs e paciência, pois o equilibrio é dificil de encontrar