quinta-feira, 21 de maio de 2009

Como escapar dos agressores psicológicos

Depois de mais uma noite passada no hospital, com um diagnóstico quase certo de pedra na vesícula e com direito a CIRURGIA para a extrair, dou comigo a pensar, mais uma vez, como o ser humano é mesquinho... é que chateamo-nos com coisas e com pessoas que não valem a pena o mínimo esforço!

Hoje de manhã, a caminho do trabalho (e já sem o Xavier no carro), houve um espertalhão que se meteu à minha frente numa estrada onde eu tinha prioridade.

Numa situação normal, teria levantado o meu dedo grande (ou os dois se não precisasse de uma mão para conduzir!) mas hoje optei por não o fazer, inclusive deixei-o passar e ainda esbocei-lhe um sorriso.

E sabem uma coisa? Senti-me bem!

Com isto quero dizer que, por esta vida já ser um stress monstruoso, temos que contornar as situações para evitar que cheguemos ao fim do dia com mais umas quantas rugas e cabelos brancos...

Experimentem e vão ver que valerá a pena!

19 comentários:

Maria Vicente disse...

oh miga fiquei sem vir aqui e deparo-me com esta noticia. espero que tudo corra bem.
beijo grande p voces

PatLeal disse...

Tb concordo contigo, mas as vezes não consigo e mando o pessoal a fava.

Bjs e as melhoras

carmo pinto disse...

deves estar de rastos...espero que no fundo estejas a sentir te melhores dessas colicas!
realmente o raio do espertalhão!e va lá tives te sorte de ele não se pôr a desparatar como se tivesse razão e tu não!(como já me aconteceu varias vezes!)
jito

Maria José disse...

Amiga é isso mesmo
bjokas

Sílvia disse...

Nem sempre é fácil reagir assim, porque realmente há situações que nos tiram do sério.
Mas tenho a certeza que se o fizéssemos iríamos estar bem melhor.

Beijinhos

P.S. Cirurgia? Quando?

Um pedaço de azul... um BloGui diferente disse...

Oi Tété... mas que coisa. Espero que te sintas melhor... e que amanhã já possas saber com certeza o que se passa e como resolver. De facto, nunca acontece a nós, não é? Super mulheres, parece que tudo vai passar ao lado, afinal de contas os nossos pequeninos precisam de nós e nada pode ser mais injusto... mas por vezes esquecemo-nos que temos de nos cuidar. Não é o caso, porque não depende de ti... infelizmente.
Espero francamente que fiques bem e que o episódio não se repita. O teu pequenino precisa de ti... sempre...
beijocas

p.s - sabes, acerca do teu post, ontem aconteceu-me uma cena igualzinha. Parei na estrada porque estavam dois carros parados frente a frente. Por longos minutos pensei que tivessem batido pois estavam imóveis, mas depois um sr decidiu ir lá ver o que se passava e tu acreditas que nem um nem o outro deu o braço a torcer?! Teve de ser o Sr a dizer quem tinha prioridade. Depois de 10 minutos, uma fila enorme de carros atrás de cada um dos proprietários das digníssimas viaturas... e a rotunda atrás encharcada de apitos e buzinas impacientes... arre!
Haja bom senso.
Acredito que nos sentimos melhor. SInto as tuas palavras.
beijocasssssssss

Mamã da Caroxinha disse...

Pois é amiga realmente o ser humano é complicadíssimo!!!
Só quando apanhamos assim un sustos é que damos valor às coisas e aprendemos a vê-las de outra maneira...
Às vezes preciavamos de uns tabefes para "acordar"!

Beijinhos e a melhoras rápidas

Anabela disse...

Oi,

Espero que estejas melhor.
Depois ligo ;)
Olha quanto a isso no transito eu mudei muito, não me stresso com essas coisas mas claro não as deixo de criticar. O Rui já stressa muito mais, eu nem ligo. Para quê? Não me vale a chatisse.

Beijos e as melhoras

Marta disse...

É verdade...às vezes há coisas que nem vale apena...Para que chatearmo-nos se isso nao nos traz felicidade nenhuma...alias, so tras é coisas más...

Um beijo
Marta e Nuria

Marlene Carvalhosa disse...

Olá mamã,
Uma noite no hospital? Que aborrecido!
Eu tb prefiro ter essa atitude, não nos chateamos e os outros, esses sim , ficam mesmo aborrecidos por nos verem a sorrir!
Beijinhos doces.

mãe pimpolha disse...

E tinhas tomado o que? LOL
É que eu às vezes passo-me na estrada com as cambadas de broncos que aí andam.
Beijocas

Velu disse...

Oh amiga! Cirurgia? Vai tudo correr bem! Estou a torcer por ti. Se precisasres de alguma coisa diz ok?
Quanto ao stress não consigo evitar meia duzia de palavrões quando me cruzo com um espertinho desses :-|
Bjs
Vera, Diogo e Ricardo

Cátia disse...

Amiguinha tenho um miminho para ti no meu blog :)
bjokas

Márcia e Sara disse...

:0)
Beijinhos

Mara disse...

Quando deixamos de ligar às "coisinhas" e às mesquinhices do dia-a-dia passamos a ser mais felizes, muito mais felizes e mais leves também! A nossa alma agradece a leveza!

A ti, desejo as melhoras rápidas e espero que a cirurgia corra bem!

Beijinhos grandes

Mãe da Tiz disse...

Por vezes consigo ser superior a essas coisas, outras nem por isso. Mas a verdade é que qd nos vemos aflitas, damos a verdadeira importância que as coisas simples do dia a dia merecem.
Um beijo grande a torcer para que tudo se resolva pelo melhor!

:)

JUJUBIS disse...

Olha que concordo contigo também; mas tenho que admitir que as vezes nada melhor do que soltar um F***-se !!!

Como diz o lema " Ligue o F***-se e seja feliz ! "

As vezes ficamos tão leves com isso tb.

hahahahahahaha

JUJUBIS disse...

Ah esqueci de comentar da tua cirurgia.
Espero que seja bem simples e rapidinha.
Não sei que método irás utilizar, mas sei de casos recentes de conhecidos no Brasil que fizeram por vídeo laparoscopia e foi simplérrimo.

Tb vou fazer uma cirurgia dia 4, não sei se o motivo é tão doloroso como o teu, pq nunca tive pedras na vesicula, mas por uma coisa igualmente "incomodativa", bastannnnnnte dolorosa e segundo o médico de fácil solução.
Espero mesmo q seja como o médico diz, tudo bem simples. Vamos ver...

Boa sorte para nós !!

Bjs

Anónimo disse...

Quem não se sente não é filho de boa gente !

Eu não me sinto e muitas vezes me disseram e dizem o que tá acima , mas não me sinto muito normal em ser assim hehehehe