sábado, 17 de maio de 2008

Aprender a Brincar

A última sessão da semana foi Aprender a Brincar.

É sabido que actualmente as crianças passam demasiado tempo em frente aos ecrãs, quer da televisão, quer do computador e consequentemente desvalorizou-se a relação entre pessoas, o brincar ao ar livre e o pior de tudo é que deixou-se de estimular a criatividade.

No que toca a brinquedos quantas vezes no Natal as crianças ficaram mais fascinadas pelo embrulho do que propriamente pelo brinquedo em si?!

Sou apologista de não sobrecarregarmos os nossos filhos com brinquedos, não só pelo que custam, já que tudo é caríssimo, mas principalmente para que eles possam aprender que nem tudo o que se quer é possível ter.

Lembram-se quando na vossa infância faziam os papagaios de papel com canas partidas?! Era um prazer enorme construí-lo e quando era colocado no ar sentíamos orgulho por ter sido feito por nós.

Infelizmente estamos na era do tudo feito! :o(

Nesta sessão fiquei a saber que para os bebés, os pais são o melhor e mais divertido meio de aprendizagem já que fazemos umas caras bem engraçadas, com sons que eles adoram.

E no que toca a brinquedos que também são importantes, os melhores são coisas que temos lá por casa tipo bacias e garrafas de plástico, etc. que despertem os sentidos da visão, audição e do tacto.

Conforme vão crescendo passam a gostar de tudo o que lhes estimule a concentração, por ex., os puzzles, cubos, quadros de pintar ou colar, dominós, cartas com imagens., etc.

Por último e não menos importante a leitura.

Esta ajuda a desenvolver competências básicas associadas ao raciocínio que são a atenção, a memória, a resolução de problemas e a linguagem.

A melhor forma de os incentivar a gostar da leitura é lerem para eles em voz alta, desde o nascimento e a melhor forma desta fazer parte do dia-a-dia é terem o ritual de lerem para eles na hora de dormir.

Aproveitem bem todo o tempo com os vossos filhos, que será sem dúvida tempo de grande qualidade, que eles agradecem!


2 comentários:

Anabela disse...

Olha e a minha experiencia diz-me que brinquedos para o Diogo não vale a pena, os brinquedos favoritos é tudo aquilo que não são brinquedos, ratos e teclados (já tem um de cada só para ele mas continua a preferir os nossos..) comandos, telemoveis, chaves, livros, dvd's, caixas de papelão, as caixas do leite, a terra dos vasos.... e mais um monte de coisas... :)

Bjs

magic-words disse...

O Eduardo Sá tem uma frase que eu adoro e que vou repetir: porque gastar dinheiro em brinquedos se os pais têm 2 maos, 2 pés, voz e conseguem fazer mil caras?
O melhor brinquedo para eles chama-se papá e mamã e o resto do mundo hehehehehe
Excelente semana para voces os 3